quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

sábado, 2 de outubro de 2010

A Sociedade Numa Vitrine

Mostra! mostra!
Mas não mostres o que tens, porque se mostras o que tens, ninguém sabe quem tu és.
E quem tu és para os outros, és quem não és contigo.
Porque tu não és tu sem querer, e sem quereres saber, nada tens para mostrar.

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

A presença da luz de presença

Eu sei, eu sei...
Já não escrevo há algum tempo.
E têm toda a razão. As minhas sinceras desculpas pela minha dolorosa e prolongada ausência.
Por isso hoje vamos falar de luzes de presença...

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Vai-te a eles!!


Caga na IMTT!!!
Tu consegues Tweezers..mais não seja á pancada mas desta é de vez!!

Condutores portugueses e outros desprevenidos:


O IMTT ( instituto da mobilidade e transportes terrestres) publicou o seguinte comunicado no seu site oficial.

Pelas 18 horas e 34 minutos do corrente dia 14 de Setembro deu entrada na nossa base de dados a inscrição do cidadão/a Tweezers que visa a obtenção do título de condução.
Vimos, então, por este meio notificar os proscritos do título acima referido que, periodicamente, serão emitidos alertas para a evacuação, parcial ou total, das áreas de Benfica, Sete-Rios e circundantes.
Queremos com este comunicado apenas conservar o sossego e a saúde pública aquando das aulas de condução do cidadão/a Tweezers.
Outros desenvolvimentos serão comunicados em comunicado oficial neste mesmo site da instituição.


Lisboa, 14 de Setembro de 2010

sábado, 4 de setembro de 2010

"Limpar o cu a meninos"


O miúdo não sabia limpar.
Não havia mais ninguém para o fazer. Restou-me tapar o nariz....
O miúdo educado diz-me "obrigada por teres limpo o meu rabo".
"Não foi um prazer", respondi.

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Sexta-Feira 13 (X)

Hoje é Sexta feira.
Eu sou o 13.
E estes são os Florence & the Machine...

domingo, 22 de agosto de 2010

Elev`Arte



Para quando um novo concerto neste nosso pequeno burgo?

sábado, 21 de agosto de 2010

Desilusão em estado liquido

Esta noite no bairro alto, uma amiga minha cujo nome não vou mencionar, apesar de se chamar Cátia Costa, disse-me que por vezes bebe vodka com água porque a água desilude a vodka. Assim já não fica tão pura.
A água desilude a vodka.
Mas claro que sim!
A água não serve para nada a não ser para hidratar e matar a sede!
Agora a vodka...

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Sexta-Feira 13 (IX)

Hoje é sexta-feira.
Eu sou o 13.
E estes são os Tool

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Sexta-Feira 13 (VIII)

Hoje é sexta-feira.
Eu sou o 13.
E estes são os The Smiths

A punctured bicycle
On a hillside desolate
Will nature make a man of me yet ?
When in this charming car
This charming man
Why pamper life's complexity
When the leather runs smooth
On the passenger seat ?
I would go out tonight
But I haven't got a stitch to wear
This man said "It's gruesome that someone so handsome should care"
A jumped up pantry boy
Who never knew his place
He said "return the ring"
He knows so much about these things
He knows so much about these things
I would go out tonight
But I haven't got a stitch to wear
This man said "It's gruesome that someone so handsome should care"
Na, na-na, na-na, na-na, this charming man ...
Na, na-na, na-na, na-na, this charming man ...
A jumped up pantry boy
Who never knew his place
He said "return the ring"
He knows so much about these things
He knows so much about these things
He knows so much about these things

António Feio 1954/2010


Que sejas tão útil e precioso na tua nova vida quanto foste na vida que todos nós vivemos.
Obrigado António.
Descansa em Paz.

sábado, 24 de julho de 2010

Eu Vou

LISBOA CICLÁVEL - Semana Europeia da Mobilidade

A Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta (FPCUB) organiza a 19 de Setembro em Lisboa um passeio de bicicleta em comemoração da Semana Europeia da Mobilidade (que decorre de 16 a 22 de Setembro)
Terreiro do Paço – 9:00h / início - 9:30h - 24 km
Pretende-se continuar a reivindicar condições de segurança e conforto para todos os utilizadores de bicicleta nas cidades e uma redistribuição dos espaços público e rodoviário que aumentem as opções por outras formas de mobilidade (como é o caso da utilização da bicicleta) e a qualidade de vida urbana para todos.
Participe em eventos como este na sua cidade e aproveite para utilizar a bicicleta juntamente com os transportes públicos. Talvez verifique a possibilidade de integrar estas novas experiências no seu dia-a-dia e substituir a utilização do automóvel individual, caso ainda o utilize. Passará a contribuir para uma atmosfera menos poluída e uma cidade menos ruidosa e mais com mais espaço livre. Também poupará dinheiro e ficará em boa forma física.


fonte:FPCUB Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores da Bicicleta http://www.fpcub.pt/portal/index.php

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Sexta-Feira 13 (VII)

Hoje é sexta feira.
Eu sou o 13.
E estes são os Tea Party.

Driven by restrained desire
I want what I need
Shacking as her sex takes hold
I've lost all control
Drowning in a sea of rage
I taste the embrace
Helpless as it steals my soul
I've lost all control
We exist in a world where the fear of
Iillusion is real
And we cling to the past to deny and confuse
The ideal
Once inside, we can conceive and believe in a god
we can't feel
Destined by a fate so cruel
And drugged to delight
Laughing as these lies unfold
I've lost all control
Temptation
It never lets me down
Temptation
One foot in the ground
Temptation
You satisfy my soul
Temptation
I've lost all control

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Hoje Achei 30 Euros!

HAHAHAHAHAHA!!!
30 Euros, assim, como quem não quer a coisa, no meio do chão...
HAHAHAHAHAHA!!!

sábado, 17 de julho de 2010

FAT

Em pleno período de férias, quando toda a gente se preocupa com as dietas porque têm que emagrecer, porque têm que ir à praia e porque têm que estar bonitas para ir à praia e para emagrecer graças á dieta, acabei eu com a minha primeira quinzena de férias.
Hoje, de regresso ao trabalho, deparei-me com vários colegas meus (principalmente as mulheres) a insinuarem que estou mais gordo.
Eu...
Mais gordo.
Passei parte das minhas férias a caracóis e minis. E dizem-me uma coisa destas.
Não me ofende. Apenas acho absurdo!
A única altura na minha vida em que fui gordo, foi em bebé, e ainda hoje estou para perceber porquê.

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Sexta-Feira 13 (VI)

Hoje é Sexta-feira.
Eu sou o 13.
E estes são os Gotan Project.

Hay milonga de amor
hay temblor de gotán
este tango es para vos
Hay milonga de amor
hay temblor de gotán
Hay milonga de amor
Este tango es para vos
Hay milonga de amor
hay temblor de gotán
este tango es para vos

terça-feira, 13 de julho de 2010

Guilty Pleasure



de volta o senhor que me deixa com um sorriso parvalhão na cara.
De certeza o meu maior guilty pleasure!

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Despertar Temperado com Limões

Segunda-feira.
Para muitos, o início de uma semana de trabalho. Para outros, a semana começa a qualquer dia, e o descanso semanal calha sempre fora do normal Sábado e Domingo. Pertenço a essa classe trabalhadora, onde a regularidade de combinar saídas a um Sábado e dormir até ás 16 horas de Domingo...bem, isso pode acontecer, quando se está de férias.
Atendendo à rotatividade de horários e dias de trabalho, a probabilidade de se estar simpático numa Segunda quando já se está a trabalhar à 5 dias, é muito reduzida. Mas existe sempre excepções. Há dias que acordamos bem dispostos. Ou porque está sol, ou porque conseguimos respirar e andar confortavelmente no autocarro sem sermos pisados, ou porque chegámos cedo e temos tempo de tomar o pequeno almoço, ou porque sacámos o último álbum de Morcheeba e estamos em "chill out mood". Um rol de factores que podem aliviar o síndrome de "porra, mais uma semana".
Ao invés da maioria das pessoas, hoje a minha face mostra sinais de simpatia moderada. Presumo que aos olhos dos outros não seja bem aceite, como pude comprovar quando liguei para o serviço de estafetagem do trabalho. A rapariga mal se ouvia, respondia monossilabicamente às perguntas que lhe colocava e não alterava o tom de voz, mesmo quando lhe pedi para falar um pouco mais alto porque estava com muita dificuldade em ouvir o som articulado das suas palavras. E no meio disto, desliga o telefone ficando eu na dúvida se a chamada tinha caído ou se ela se tinha enganado, pois pareceu-me dizer "aguarde". Volto a contactar. A mesma pessoa atende o telefone com a mesma voz dentro do poço, abafada com um casaco na boca. Em tom de brincadeira digo que realmente a chamada deve ter caído e se o meu pedido ficou então registado. Claro que ficou, aliás ela disse-me, eu é que não ouvi.
Disse? Para dentro, foi? pensei. Claro que tinha dito e despediu-se com um bom dia. Realmente ela disse, eu é que não tinha ouvido e o mais estúpido é que ela continuava a repetir que tinha o feito, dando a entender nas entrelinhas que não era mal educada e não gostou da observação que lhe fiz, sentindo-se ofendida. Só faltava dizer-me que devesse comprar um aparelho auditivo. E claro, a minha boa disposição azedou um bocadinho e respondi que finalmente tinha ouvido tudo o que tinha dito, pois a senhora fez um esforço para elevar a sua voz, deixando nas entrelinhas que se ela fala assim, imperceptível para todas as pessoas, então não será um problema de surdez da minha parte mas sim um problema de elevação de voz da parte dela e problemas desses género levam ao chamado efeito Larson, mais popularmente, feedback de áudio que se pode traduzir em má informação e irritações espontâneas. E simpaticamente despeço-me com a continuação de um bom dia e uma boa semana.

Não é uma situação para as "crónicas populares" mas bem que lhe assenta o ditado, "Estás mal? Come uma isca!"

Cu de cão e nariz de gente, nunca está quente

Tenho sempre o cu frio.
Ladro como um cão.
Isto aplica-se a mim?

Bom serás, se morto estás

Eu bem digo que ser bonzinho não é bom.
Viva à ruíndade!

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Sexta-Feira 13 (V)

Hoje é Sexta feira.
Eu sou o 13.
E eles são os Alice in Chains

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Concerto Familiar

Deveria estar no preciso momento em que escrevo este post, a curtir no Optimus Alive, mas devido a uma despesa súbita e inesperada (ver razão dessa despesa no post Comboio 0502) não tenho outro remédio senão contentar-me com a transmissão em directo na Sic Radical.
Eu e a minha família conhecemos um dos elementos dos Moonspell há uma boa década e tal.
Em plena actuação da banda, a minha mãe (uma senhora com os seus 74 tenros anitos)entra no quarto e diz num tom admirado: "olha os muspeles!", e sentou-se ao meu lado a assistir ao espectáculo.
Qual não é o meu espanto, quando na música "Luna" a minha mãe começa a...digamos trautear (aquela coisa que os velhotes fazem...o larei leirari) na parte dos côros femininos.
"Olha esta conheço" diz-me ela.
E conclui com um inocente "vá anda jantar que o comer está na mesa".

Quem Tem Medo Compra um Cão

Quem não tem cão apanha uma cadela

Docinho, docinho!



Que belo figo te chamava, bebé!

quarta-feira, 7 de julho de 2010

O Martelo Pneumático


Querido Pai Natal.
Eu sei que ainda é um bocado cedo para te chatear, mas abdico de todas as prendas em Dezembro, se em troca mandares o meu prédio abaixo de uma vez por todas, já que há aproximadamente um mês que acordo com a porra do barulho de um martelo pneumático, devido às obras incessantes nas casas dos meus "queridos" e "adoráveis" vizinhos.
Só te peço uma cena tipo "Destroyd in Seconds" do Discovery Channel e juro que nunca mais te peço meias nem cachecóis nem caixas de Ferrero Rocher.
Obrigado e a continuação de uma boa dieta.

terça-feira, 6 de julho de 2010

Comboio 0502


Hoje decidi, ao fim de 3 anos, ir até à praia.
Devo ser dos poucos seres humanos que não é grande apreciador de praia. Mas de vez em quando até calha bem.
Chegámos ao Cais do Sodré (eu e o virgem), e deparámo-nos com um grupo enorme de turistas provenientes da Grécia junto das bilheteiras. E Hellas eram todas tão giras!!!
Quando finalmente chegámos à bilheteira para comprar um bilhete de ida e volta (no meu caso, já que o virgem tinha passe), lá fomos à nossa vida rumo a Carcavelos.
Chegámos à praia, demos o mergulho da praxe, uns toques na bola e uma mini (ao preço de um pack de médias) para a despedida.
Decidimos então, passadas cerca de duas horas fazer a viagem de regresso a casa.
Isto não é desculpa, mas como tenho tanto hábito de ir à praia (3 anos sem ir) como tenho de andar de comboio na linha de cascais, apesar de ter bilhete de ida e volta, esqueci-me de validar nas cancelas que nem sequer consegui vislumbrar na estação de carcavelos. Então, descansado da vida entrei no comboio 0502 e aquando do aparecimento do picarete (o homem que pica os bilhetes), descansado da vida lhe coloquei na mão o cartãozinho esverdeado. O título de transporte.
O Sr. Picarete passa o cartão na máquina portátil e verifica que não estava (e de facto não estava por esquecimento ou distracção minha) validado, ou obliterado como se dizia antigamente.
Mandou-nos sair do comboio e à frente de toda a gente decide passar-me uma multa de exactamente 141 euros e 75 cêntimos mais o valor acrescentado de um bilhete de cerca de 1 euro e tal correspondente a uma viagem (quando já tinha pago 3 euros e tal numa viagem de ida e volta).
Não é por acaso que não gosto muito de pessoas e o picarete poderia ter sido um pouco condescendente e deixar-me ir às cancelas validar a passagem que estava paga!
É óbvio que vou pagar a multa e que vos (à CP) faça muito bom proveito!
Afinal de contas estamos em época de férias e não sei até que ponto os picas não receberão uma certa comissão sobre as multas que passam.
O que é óbvio também é que não vou deixar de apresentar reclamação à CP por este acontecimento.
Face às notícias que temos ouvido sobre uns assaltos nesta mesma linha de comboios desta mesma empresa (CP), acho que preferia ter sido mesmo assaltado por esses indivíduos que agem em grupo, já que não vislumbrei qualquer tipo de força policial dentros das carruagens, e assim já não me sentia tão roubado porque eram pouco o dinheiro e objectos de valor que tinha comigo!
O sol estava bom e a água também! Só achei a mini que bebemos à despedida um bocado cara...

Ao quinto dia verás que mês terás

Vejo sempre o mesmo... fico com dinheiro para mandar tocar meia dúzia de cegos e comer uma sopinha.

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Mais Ainda

Eu acho que este mês vamos colocar mais posts do que o mês anterior só mesmo por causa destas parvoíces.

Avaria Auricular

Qual é a pior coisa que se vos pode avariar?
É a porra dos phones!
Só porque um dos lados deixa de funcionar, tens que comprar uns phones novos!

Redes Anti-Sociais

Estamos a viver na Era das chamadas redes sociais, tais como hi5, facebook, orkut, badoo, Myspace, etc...
O que não me deixa de intrigar, visto que o propósito destas redes é mantermo-nos em contacto com amigos, família e colegas de trabalho, aquando da sua ausência física.
Agora eu penso, por exemplo, se tenho um determinado contacto de uma vizinha minha, e se está um calor danado lá fora, em vez de sair á rua, passear um pouco, aproveitar o sol para estar com ela, não.
Ligo o computador ou o telemóvel e socializo com ela sem levantar o cú da cadeira, do sofá ou até mesmo da cama.
Imaginem que me casei, e que a minha mulher está grávida e em trabalho de parto.
Em vez de estar ao pé dela a ouvi-la gritar de dôres, é só mandar uma mensagem para lhe dizer que é como se estivesse com ela e que só estou a pagar 3euros de internet portatil por dia, e que quando começarem as contracções mais fortes, ela que se ligue ao facebook porque vamos ter um filho.
Mas não.
No facebook não pode ser porque o nosso futuro filho ainda não tem lá conta aberta.
No hi5 também não porque está cheio de spam e tenho medo que faça mal ao menino.
No orkut muito menos porque tem demasiadas aplicações e tenho medo que faça mal ao menino.
Então e se for menina?
No hi5 não porque é só malta que anda ali ao engate.
No facebook também não porque tem que ser maior de idade.
E no Myspace também não porque a criança ainda nem nasceu sequer e como tal, não tem ainda qualquer talento musical.
Não sou contra estas redes sociais (sou sou). Mas o uso abusivo das mesmas vai acabar por nos tornar (cada vez mais) comodistas e anti-sociais.

domingo, 4 de julho de 2010

Metalosofia

"it takes people like you to make people like me,
it takes people like me to hate people like you"



Devildriver "another night in london"

O ladrão volta sempre ao local do crime

Só se for estúpido e quiser ser apanhado!

Olhar para a uva não mata a sede

Os olhos comem, não bebem!

O Melão e a Mulher são maus de conhecer

Hã?
Talvez uma mulher com ar agressivo e a salivar, com um melão na mão?
Não?

sexta-feira, 2 de julho de 2010

Terapia de Choque

Sexta-Feira 13 (IV)

Hoje é Sexta feira.
Eu sou o 13.
E estes são os Mão Morta.

No calor da febre que me alaga toda a fronte
Sinto o gume frio da navalha até ao osso
Sinto o cão da morte a bafejar no meu pescoço
E a luz do sol a fraquejar no horizonte
Já desfila trémulo o cortejo do passado
Que me deixa quedo, surdo e mudo de pesar
Vejo o meu desgosto na beleza do teu rosto
Sinto o teu desprezo como um dardo envenenado
Morro Morro No altar de ti
Morro Morro No altar de ti
Sopra forte o vento na fogueira que arde em mim
Sinto a selva agreste nos batuques do meu peito
No cruel caminho em que me lança o desespero
Sinto o gelo quente do inferno do meu fim
No calor da febre que me alaga toda a fronte
Sinto o gume frio da navalha até ao osso
Sinto o cão da morte a bafejar no meu pescoço
E a luz do sol a fraquejar no horizonte
Morro Morro No altar de ti
Morro Morro No altar de ti
Morro Morro No altar de ti
Morro Morro No altar de ti
Sinto o cão da morte a bafejar no meu pescoço
Sinto o cão da morte a bafejar no meu pescoço
Sinto o cão da morte a bafejar no meu pescoço
Sinto o cão da morte a bafejar no meu pescoço
Sinto o cão da morte a bafejar no meu pescoço
Sinto o cão da morte a bafejar no meu pescoço
Sinto o cão da morte a bafejar no meu pescoço
Sinto o cão da morte a bafejar no meu pescoço
Morro Morro No altar de ti
Morro Morro No altar de ti
Morro Morro No altar de ti
Morro Morro No altar de ti

A água silenciosa é a mais perigosa

É aquela que não corre. Vem devagarinho, pé ante pé, tipo assaltante e depois zás!

A União Faz a Força

Porque sozinho não vales nada...

Transpiração com Inspiração



Foram estas as palavras que ouvi da boca de Queiróz na rádio, quando o entrevistaram antes do jogo Portugal - Espanha.

Eu de futebol, percebo tanto como de galináceos. Mas uma coisa é certa, percebo que a transpiração que nos afastou do mundial não estava nada inspirada...

A água corre para o mar

Ou seja, a água que eu utilizo e deito fora, vai pelo cano, passa pela estação de tratamento, vai para o mar...então e do mar vai para onde?

ou então

vai a correr para quê? Está com pressa, é?

Frustação

É quando fazemos um post bem trabalhado, racionalizado e a estúpida da internet bloqueia. E quando vamos tentar aceder ao blog e ás mensagens editadas, o nosso trabalhinho não ficou guardado!!!

quarta-feira, 30 de junho de 2010

Solussus Infinitum

"O soluço é um fenómeno reflexo que se manifesta por contracção espasmódica e involuntária do diafragma, prosseguida de um movimento de distensão e de relaxamento, através do qual o pouco ar que a contracção forçara a entrar no estômago, é expulso com um ruído característico.
Costuma ocorrer geralmente após a ingestão de líquidos ou sólidos. Geralmente é benigno e auto-limitado, mas pode ser sintoma de uma doença crónica e necessitar de tratamento. Apesar de relatos anedóticos, o soluço em si não é fatal.
O soluço benigno que geralmente sofremos, pode ser resolvido com a interrupção do ciclo respiratório, segurando por alguns segundos a respiração. Fazendo isto, o diafragma será forçado a voltar a funcionar juntamente com a respiração.
E o soluço passa, mas pode continuar a ocorrer em alguns casos."
.

Alguns casos?!?!?
Alguém que me faça parar estes soluços de uma vez por todas?!?!?!?!?!

terça-feira, 29 de junho de 2010

Há dias de manhã, que uma "mulher" à tarde não deve sair à noite


Cada vez mais me apetece desaparecer deste mundo cheio de pessoas e ir morar para um planeta qualquer repleto de ETS pequenos, viçosos, e de preferência mudos.
Deparo-me com um mundo de intragáveis e cada vez que cresço, diminuo. Assim, pequenina que nem uma abelha. E de que me serve o ferrão? Não quero morder, mas é impulsivo.
Mato-me aos poucos metaforicamente falando e contribuo para o aumento de dióxido de carbono nos meus pulmões e cabelos brancos na minha gadelha.
Pareço uma velha, sempre a resmungar, sempre a pressionar-me com merdas que podia muito bem mandar pelas costas, atirar favas aos porcos em vez de pérolas. Mas não, não tenho é de atirar nada, eles que procurem comida.
Agora que leio isto...
Eu não estou nem nunca estarei normal.
Ou então são eles.
Vou mas é enveredar pela filosofia positivista e escrever com batom vermelho no espelho da minha casa de banho "tu és normal, os outros é que não!"
Ao menos sentir-me-ei feliz e descomprimida na alma, nem que seja no wc.

domingo, 27 de junho de 2010

Odeio o Meu Vizinho de Cima

Não sei se é vizinho ou vizinha porque nunca o(a) vi e espero nunca o(a) ver.
Mas o raio do 7º esquerdo passa a vida em obras.
Estou a começar a ficar farto de acordar todos os dias ao som de Black & Deckers e martelos pneumáticos.

sábado, 26 de junho de 2010

Metal

Apita o detector de metais no aeroporto.


O que tem de metal consigo?

Metallica, Megadeth, Slayer, Slipknot....

Condenação

O senhor vai ser enforcado!
Concorda?

Não!
Sem corda!

O Abutre

A dôr passou.
Mas a côr manchou o momento.
O relógio parou no tempo,
E o abutre, sobre o osso enterrado num fosso
Debruçou-se e ergueu-se do colosso transeunte.

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Sexta-Feira 13 (III)

Hoje é Sexta feira.
Eu sou o 13.
E estes são os Pitty

Eu, chorando
Com essa cara toda amassada
Com esse olho em carne viva, retalhada
E esse nariz que não pára de escorrer
Eu, chorando
Tão previsível quanto areia no deserto
Mais patético sem ninguém por perto
Tão imenso que não dá mais pra conter
Então sai, deixa correr
Toda a água contida
Então sai, deixa correr
Toda mágoa velada é água parada
E uma hora transborda
Você pode não entender se às vezes fico pelos cantos
Um tanto quieta, recolhida, mergulhada no meu pranto
É que ele me liberta na hora
No momento em que eu boto pra fora
O que já não me serve vai embora
E assim, eu fico leve
Eu, chorando
Com essa cara toda amassada
Com esse olho em carne viva, retalhada
E esse nariz que não pára de escorrer
Eu, chorando
Tão previsível quanto areia no deserto
Mais patético sem ninguém por perto
Tão imenso que não dá mais pra conter
Então sai, deixa correr
Toda a água contida
Então sai, deixa correr
Toda mágoa velada é água parada
E uma hora transborda
Você pode não entender se às vezes fico pelos cantos
Um tanto quieta, recolhida, mergulhada no meu pranto
É que ele me liberta na hora
No momento em que eu boto pra fora
O que já não me serve vai embora
E assim, eu fico leve

terça-feira, 22 de junho de 2010

Detritos

São o mal contra o qual não há bem que dizer.
São conflitos e conflitos.
É o suplício dos Aflitos
Nos detritos do anoitecer.
Novas sombras surgem
E os reflexos submergem no interior pagão.
Faz de conta que não conta
E contasse sem saber
Se houvesse amanhecer.

segunda-feira, 21 de junho de 2010

A Resposta

Lembram-se de vos ter dito, há dois ou três posts atrás, que tinha algo no meu quarto que me provocava alergia, mas não sabia o quê?
Já descobri!!
Descobri o que me provoca a tal da alergia que me induz a uma sequência imparável e medonha de espirros!
Mas não vos posso dizer o que é.

Crise de Nervos

Esta gentinha tem concerteza um ordenado que lhes permite comprar e sustentar veículos próprios deste "calibre". O que me dá nervos é o facto de sermos nós a sustentar quem tem sustento e nada a declarar. Mas como estamos em crise, é tudo uma questão de nervos...

domingo, 20 de junho de 2010

Fantástica Portugalidade



O 13 bem me avisou, mas só agora ouvi com outros ouvidos!
Acabaram de actuar no "Lado B" do Bruno Nogueira.
Fantásticos

Alergias Indecifráveis

Já percebi que há qualquer coisa aqui no meu quarto que me provoca uma alergia.
Mas ainda não percebi o que é.
A sequência contínua e incessante de espirros distribuídos aleatória e esporádicamente pelo quarto fora, chega a preocupar-me.
Tenho ataques de espirros!
É óbvio que nunca acreditariam se vos dissesse que dou cerca de quarenta espirros por minuto, num espaço de aproximadamente três minutos sem parar.
Mas dou.
E também não acredito.
Mas é verdade.

sábado, 19 de junho de 2010

20.006

Estou aqui de volta do blog, armado em parvo, e agora é que reparei que já temos 20.006 "bodes espiatórios" no counter.
Vocês não têm mesmo vergonha na cara, pois não?

Vê se te Avias

Desculpem lá isto, mas adoro esta expressão...

sexta-feira, 18 de junho de 2010

Sexta-Feira 13 (II)

Hoje é sexta feira.
Eu sou o 13.
E estes são os Mundo Cão

Como é bela a deusa do meu céu
Actriz de ralé
No meu mausoléu de ninfas da maré
Faz dança do véu
Com um sururu de se tirar o chapéu
A feliz garça com o seu girar
Transmuta por dom
o meu lupanar em casa de bom-tom
Angélico altar
Onde o varonil tem gosto em capitular
Bem vindos ao meu bazar
Propõe chás do Sião, pepitas do Brasil, jóias da Pérsia
Morfina
Não perdes nada em entrar
Vem ver a actuação, o exótico pernil, a doce inércia
A morfina
É tão quente a raça do seu ser
Seu jeito fatal
De dar a entrever o gozo sensual
O mole prazer
Que a carne retém depois de esmorecer
E sem mais me deixa a suspirar
Na maior nudez
Que venha a rodar até ser minha vez
Os braços no ar
Que me faça vir na graça do seu picar
Bem vindos ao meu bazar
Propõe chás do Sião, pepitas do Brasil, jóias da Pérsia
Morfina
Não perdes nada em entrar
Vem ver a atuação, o exótico pernil, a doce inércia
A morfina
Bem vindos ao meu bazar
Propõe chás do Sião, pepitas do Brasil, jóias da Pérsia
A morfina, a morfina
Propõe chás do Sião, pepitas do Brasil, jóias da Pérsia
Morfina, a morfina
Vem ver a actuação, o exótico pernil, a doce inércia

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Post Scriptum

Hoje decidi colocar um post como deve ser.
Ou será que foi ontem...?

domingo, 13 de junho de 2010

Caeiro ou Pessoa em tipo... cenas

É um glasson voilá quarta-feira.
Os peixes cai sobre o acidente que toda a carne em partifois.
Estou cansado do que sorte e mal chamá-lo, mas como você PassPartout quinta-feira.
amanhã um vai fazer um Bordeux, porque o Toulouse não deve biensur de especialização.
Na esquerda lá e loira por um ano e meio.
Eu nunca o creme de sua bicicleta a partir de máscaras dom.
A formalidade da batata acredito que a arrogância do canal de assumir a Yves Saint Etienne sobre as nozes lanche da Baviera chocolate.
Eu ... Eu sou muito do lápis azul sagrado!

Nota: tradução do post - "Dejà Vu"

sexta-feira, 11 de junho de 2010

Sexta-Feira 13 (I)

Hoje é sexta-feira.
Eu sou o 13.
E eles são Rodrigo y Gabriela.

terça-feira, 8 de junho de 2010

Flatulências

Já o poeta espanhol dizia:
"los pedos son los suspiros del cuerpo, e los suspiros son los pedos del alma".

quinta-feira, 3 de junho de 2010

O Video da Semana

Como já não ponho nenhum video neste blog há bastante tempo, decidi também não o colocar hoje n'O Video da Semana.

Conspiração Sem Inspiração

Sabem aqueles dias que começam mal, porque tinham mesmo que começar mal, e acabam por acabar mal?
Esqueçam.
Não é a esses dias que me refiro.
Mas aqueles dias que até começamos o dia bem dispostos, mas acaba por aparecer sempre qualquer coisa para nos chatear e stressar?
Também não. Não estou a falar disso, caramba!
Estou a falar daqueles dias em que não há nada para falar...

segunda-feira, 31 de maio de 2010

E tudo o que o ano passado não levou...












Photos by Laetitia Chretien & Sebastien Zanini



Apesar do afastamento provocado pela vida social a que estamos sujeitos, continuamos juntos. É verdade. "Os três da vida airada", "Cocó, ranheta e facada", "As três putas". Enfim... Um grande leque de designações populares a que nós próprios nos atribuímos durante as nossas reuniões amigáveis, em contextos serenos ou festivaleiros. Faço o rescaldo deste ano que passou, deste blog e das nossas conversas no vazio, e relembro a passagem do ano 2009/2010. Estivemos juntos, os três, num ambiente perfeitamente normal (expecto o facto da porcaria da playstation não funcionar), a ouvir música, a ver qualquer coisa irrelevante na TV e a fazer um levantamento do ano passado e a pensar no ano que viria a entrar. Ao invés da maioria das pessoas nós não fazemos promessas que as coisas melhorem, ou piorem. Algumas delas estão tão mal que é impossível que fiquem pior. As boas que temos, bem...essas deixamos estar pois com a sorte que fomos abençoados, vão de certeza absoluta serem dissolvidas por qualquer coisa menos boa e então é melhor não darmos grandes ahahs e iupis. Vivemos o que temos e aguentamos com tudo. Temo-nos e já somos grandes, já nos sentimos vencedores, nem que seja somente de uma batalha. As guerras, essas virão com tempo, e até lá já teremos o cu bem calejado e mais umas cicatrizes e a pancada não será assim tão grande. Não somos conformados, somos persistentes nas nossas lutas internas. Vamos em frente mesmo quando nos escorre sangue da boca, provocado pelos murros que a vida nos insiste oferecer.
O que mudou este ano? Ficámos com menos tempo para nós, estamos armados em doutores e queremos subir na vida. Estamos sem tempo para coçar a micose. Estamos sem tempo para o blog e não prometemos que os dias passarão a ter 48 horas.

Prometemos sim, que estaremos juntos nesta batalha de conspirações inspiradas, recheadas de humor negro, devaneios mentais, gritos surdos e risinhos maliciosos.

Obrigada a vocês, leitores.
Obrigada a nós.

domingo, 30 de maio de 2010

Ver para "Querer"

Não é que mereçam.
Mas após um debate entre os autores deste blog (que somos nós!!!), chegámos à sensata conclusão de que já está mais do que na altura de darmos a cara.

Tweezers:
Também conhecida pelo seu verdadeiro nome, que eu não vou revelar. Foi quem deu a ideia de criarmos um blog


Virgem:
Muito pouco conhecido pelo seu verdadeiro nome porque toda a gente o conhece por virgem. Foi na conversa da Tweezers e anuiu à criação de um blog


13:
Não é conhecido por nenhum outro nome porque é um número.
Ainda por cima é o número do azar

sábado, 29 de maio de 2010

Vergonha na Cara

Este blog completou no passado dia 26 de maio, o seu 2º aniversário, registando perto de 20 000 visitas desde que foi instalado o counter.
Existem sempre aquelas visitas acidentais e nem toda a gente consulta o nosso blog com intenção, mas de quaisquer das maneiras, quase 20 000 visitas em dois anos dá uma média de quase 10 000 visitas por ano.
Vocês não têm vergonha na cara? Ainda não perceberam que este blog não interessa a ninguém? Já pensaram na vossa família? Já imaginaram o que aconteceria se os vossos filhos entrassem no nosso blog só porque o têm nos favoritos?
Vá lá...

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Crónicas do Pronto a Comer II

Os nossos caros e respeitáveis leitores mais assíduos devem concerteza lembrar-se do post intitulado "Crónicas do Pronto a Comer", elaborado à cerca de não sei bem quanto tempo, no qual se baseava nas calinadas dos clientes num restaurante, que por acaso é onde trabalho, e que por mera casualidade e coincidência, me inspiraram para fazer troça deles.
Para que não fiquem com a ideia de que gosto de criticar os outros sem olhar para as minhas tristes figuras, decidi fazer este "Crónicas do Pronto a Comer II" dedicado ás nossas próprias calinadas.
Ora cá vai:

-Por favor uma Carlsberg.
-Casa de banho? O senhor vai por este corredor e é a primeira à direita.
-Como?!?!

-Boa tarde, a senhora deseja alguma bebida?
-Um Ice Tea por favor.
-Whiskey? peço desculpa mas não temos.
-Como?!?!?

-Hum...o que é que eu vou comer hoje?
-Não sei, isso pergunto-lhe eu.
-Como?!?!?

-Olhe, a como é a caneca de sangria?
-Como é? É assim redonda, com uma argolinha para segurar e contém cerca de 20cl
-Como?!?! A como é??? Tostões!!! Mas eu falo chinês ou quê?

-Agora que já escolheu os ingredientes da sua salada, a senhora vai querer algum molho?
-Quais são as opções?
-Sim ou não.
-Como??!?!

-Muito bem, a senhora vai querer molho para a sua salada?
-Sim, meta maionese com alho mas meta num cantinho.
-Num cantinho? Mas o prato é redondo!
-Como!?!?


(abordagem a um logista que trabalha numa loja que conserta computadores)
-Olá o senhor trabalha na "PC Clinic" não é?
-Trabalho sim
-Já agora dizia-me quanto custa um daqueles aparelhos para medir a tensão?
-Como?!?!?

(o meu patrão para mim)
-Jorge dê-me cem euros da caixa.
-Sem arroz na caixa? Mas qual caixa?
-Como?!?!?

-O senhor vai querer umas azeitoninhas no arroz de pato?
-Sim, já agora agradeço.
-Peço desculpa mas não tenho!

(mais um logista)
-Queria um bacalhau à lagareiro.
-Muito bem; É take away ou é para levar?

-Peço desculpa, nós não servimos meias doses.
-Como?!?!?
-É que só temos doses únicas e o senhor tem um prato pequeno de bacalhau com natas.
-Isto é arroz doce!!!!

E acho que já chega.
Muitas destas calinadas foram da minha autoria mas faço questão, em forma de despedida, de mencionar uma situação que nos faz voltar à essência do contexto do primeiro "Pronto a Comer", que é a fazer troça dos clientes (novamente).
E como a maior parte dos nossos leitores já se deve ter deslocado ao centro comercial colombo, tem certamente conhecimento que existe uma área de restauração, tal como em todos os outros centros comerciais, onde os restaurantes se situam uns ao lado dos outros, avizinhando-se muito próximamente.
Então aqui vai uma situação em que um cliente se dirige a mim com a seguinte reclamação:

-Ouça lá! Esta picanha está muito mal passada! Além disso está fria!!!
-Peço desculpa, não vendemos picanha. Talvez seja melhor reclamar junto do estabelecimento onde comprou esse prato, ali ao lado.

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Prisão de Ventre

Será que nascer é um crime?
E vocês dizem todos: Ah não! Que horror! Nascer é uma coisa maravilhosa!
O Nascimento. A Criação. Uma nova vida!
Então porque é que antes de nascermos, ainda em forma embrionária, somos logo condenados a nove meses de prisão de ventre sem termos feito mal a ninguém?
Não me venham com a conversa que prisão de ventre é a dificuldade constante ou eventual da evacuação das fezes, devido a uma má alimentação e ao stress, juntamente com outros factores, porque não é!
Onde é que estamos presos antes de saltar cá para fora (o chamado nascimento)?
No ventre da nossa mãe!
E o que é que fazemos enquanto estamos presos no ventre da nossa mãe?
Convivemos, passeamos, desfrutamos da liberdade? Não!
Porque estamos presos no ventre da nossa mãe!
Ainda me lembro, aqui há uns bons tempos atrás, quando ainda era um espermatozóide, bem mais bonito do que sou hoje em dia enquanto humano (também não era lindo de morrer...digamos que era ..."girino"!), de o meu pai me ter dito a mim e ao meu gang; o gang dos "Eu Espero Uma Tuzóide", que iríamos participar numa corrida e que quem vencesse e atingisse a meta a que dão o nome esquisito de óvulo, se transformaria num Ser Humano.
E eu feito parvo fiz das tripas coração e ganhei!
Ok, vou conhecer gajas giras, vou ver o que é que o Homem anda para aí a fazer nesse óvulo gigante a que dão o nome esquisito de Mundo!
Mas não.
Fecharam-me num saco que ainda por cima era viscoso e deixaram-me lá durante nove meses! NOVE MESES!!!
Ainda hoje estou para saber o mal que fiz mas enfim.
Como o lento e doloroso processo de libertação, por causa de todas aquelas burocracias (a que dão o nome esquisito de parto), parecia bom demais para ser verdade, ainda levei uma tareia assim que cumpri os malditos nove meses de prisão de ventre.
Deveria ter sorrido de felicidade mas chorei de dor, porque os tabefes foram de tal maneira bem assentes, que até me desobstruiram os pulmões e o muco que tinha na traqueia e no esófago, nunca mais o vi, pelo menos até me ter tornado fumador...

Curiosidade Polémica ou Polémica Curiosa...

Eu sou do tempo em que as crianças comiam papa e não o contrário...

quinta-feira, 13 de maio de 2010

A Virilidade de Shrek


Toda a gente come gelados. É um facto. Os gelados não escolhem idades. Também é verdade.
Mas por falar em verdade, não posso deixar de refrescar a mente das pessoas que, ainda que toda a gente coma gelados, a esmagadora maioria de consumidores de gelados são as crianças.
E a OLÁ decide colocar no catálogo deste ano, a imagem que acima anexei.
Uma criança não percebe, mas já calcularam os danos morais que este novo gelado vai provocar em nós, adultos?
Eu alguma vez colocaria um gelado daqueles na boca? Até podia ser o meu favorito.
Se já o Calipo me fazia espécie devido à sua forma fálica, então este está completamente fora de questão.
Deixo em forma de apelo que, já que vivemos numa sociedade de aparências e o comércio vive mais do aspecto do que da própria qualidade, então sejam ou tentem ser um pouco mais cuidadosos nas montagens da bonecada juntamente com o gelado em questão.
Para concluir, só me resta acreditar que no meio de toda esta preversidade, a Fiona deve ser fresca!

segunda-feira, 10 de maio de 2010

terça-feira, 4 de maio de 2010


Soilwork.. a banda dos refrões fabulosos!!

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Contabilidade?

O que é o Resultado Líquido do Período?
Sangue.

quarta-feira, 28 de abril de 2010

O Leque

Agora que já se começa a fazer sentir o calor, não pude deixar de me lembrar, ao acaso, daquelas pessoas que usam o leque para aliviar o calor.
O movimento constante que fazem com o braço para abanar o leque, produz só por si, mais calor ainda ao corpo...

terça-feira, 27 de abril de 2010

O Convite

Isto não tem absolutamente nada a haver com racismo ou xenofobia, até porque já estive a trabalhar num país estrangeiro e gostei de me sentir benvindo enquanto lá estive.
Isto tem a haver com a hipocrisia descarada que chega a perder a lógica do contexto de tão hipócrita que é, neste caso, o nosso sistema.
Epá chamem as coisas pelos nomes e digam o que têm a dizer de uma vez por todas! Deixem-se de rodeios...
O que quero dizer com isto é que tenho colegas brasileiros, africanos, nepalenses e até mesmo alguns portugueses.
Tirando estes últimos, todos os outros têm assuntos legais (o que é perfeitamente compreensível) a tratar com o SEF.
O que eu não compreendo são os tipos de convites que o SEF faz ao pessoal que não tem a legalização em dia...
O SEF "convida" os indivíduos ilegais a abandonar o país!
Convidar a ir embora?
Se não estou em erro, um convite é um pedido formal à comparência de alguém perante quem convida, e não o contrário. Até porque, a partir do momento em que é um convite, existe sempre a hipótese válida e legal de o recusar!
Temos como exemplo os convites de casamento, os convites de aniversário, os convites para uma festa, um convite para um café, um convite para ir ao cinema, sei lá...
Mas o SEF envia uma carta aos estrangeiros ilegais a informar que caso não se legalizem dentro do tempo e dos termos estipulados, serão "convidados" a abandonar o país pelos seus próprios meios no prazo de 20 dias úteis! Ah é um convite? Então agradeço muito mas prefiro ficar por cá mais uns tempos!
Vamos pegar nos exemplos que acima mencionei para ver se soam bem: Fulano de Tal, filho da mãe e do respectivo pai, juntamente com Fulana de Tal, filha de outros tantos, convidam-no a ausentar-se do casamento dos mesmos porque não há comida que chegue para todos!
Ou quanto ao aniverário: Amanhã faço anos, agradeço desde já que entregues o meu presente a alguém que vá à minha festa, porque tu estás convidado a não ir.
Ou até mesmo: Estou a sentir-me atraído por ti e queria convidar-te para não ires beber um café comigo porque sou comprometido....
Isto é estupidez minha, hipocrisia deles, ou um bocado das duas coisas?

sábado, 24 de abril de 2010

Quem tem Vícios não tem Dinheiro

Tudo o que tenham ouvido falar sobre um ditado que contradiz o título deste post, é a mais pura e crua das mentiras.
Para ter dinheiro basta não ter vícios!
E quem tem vícios não tem dinheiro!
Já os "cravas", são viciados em não ter dinheiro.
Que conversa é essa agora de "quem não tem dinheiro não tem vícios"?

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Uma questão de física

Tenho um problema no meu carro!
O motor de arranque foi-se.
Neste momento só pega de empurrão.
A minha sorte é que moro na Brandoa onde as ruas são todas a descer!
Olha se eu morasse na Serra da Estrela que é tudo a subir?

sexta-feira, 2 de abril de 2010

Diambulatoriações



Ao ter a certeza da incerteza revelo-me inseguro.
A insegurança dá-me conforto e empurra-me para a estabilidade.
Contradição? Talvez.. Mas é assim que me revejo nos espelhos da infortunia.
Se me torno naquilo que penso? Quase de certeza!
Se transpareço aquilo em que me transformo todos os dias? Dificilmente!
Se espero de mim mais do que o que de mim espero? Claro ou não seria honesto para com aqueles que de mim esperam o que de mim vem.
Contradição? Nem pensar, mas vivo melhor com a contradição do que com aquilo que os outros esperam que eu espere daquilo que de mim há-de vir.

Pura loucura!!


epá..gosto da musica!!
epá...gosto do vídeo!!
epá..gosto de Franz Ferdinand!!
epá..pronto!!

Calma agressiva


é um dos meus artistas preferidos, uma voz fantástica, uma musica arrebatadora, aqui elevada ao estatuto de épica, tocada com a orquestra de auckland.
Tweezers...aguenta o sérgio!! :)

segunda-feira, 29 de março de 2010

O Pecado


...e dei por mim a falar com Ele...

Começo a desconfiar que o que me falta é fé.
Não sei bem. Sinto-me incompleto, não acredito nas minhas capacidades.
Mas não é que não acredite em ti,só que se realmente existes, não faço da tua doutrina a minha filosofia de vida, e não sou uma pessoa má por isso...
Aliás, quer existas quer não, concerteza não o és como os humanos te pintam!
E se por acaso o fores, então desculpa-me a sinceridade mas já que és deus podias dar proveito à tua fama (enquanto é boa).
Se existes, és como eu te pinto. És como que uma força interior, geralmente incutida por outros, em forma de um homem invisivel que está aí em cima e vê tudo e sabe tudo e tem uma lista de merdas que se nós fizermos, vamos parar ao inferno e estamos todos fodidos para o resto da vida...ou da morte neste caso.
Quem acredita em ti, acredita porque já falaram de ti. E não porque te conheceram.
"Acredita nos que buscam o Conhecimento e não nos que afirmam tê-lo"!
Sou a favor da existência de uma linha de orientação para a Humanidade. O pessoal chama-lhe bíblia, mas são todos uns filhos da puta de uns interceiros!
Deus para aqui e para acolá, o grande, o todo poderoso que é do bem e do maravilhoso. Espero que me perdoes por todos os meus pecados.
Ou seja. São esses que fazem as merdas da lista que tu criaste, que mais rezam por ti.
Deus me perdoe, Deus me livre, Deus me acuda...
É porque já fizeram merda! Caso contrário não pediriam o teu perdão.
Pá...ó Deus, se foste mesmo tu que criaste o Homem, então só criaste pecadores.
Eu prefiro acreditar que foi o Homem que Te criou por ser pecador.

quinta-feira, 25 de março de 2010

A Bíblia


A Bíblia não é mais do que um livro (best seller) de instruções do Ser Humano para que o Ser o Humano saiba ser humano.
Acho lamentável que as pessoas precisem de um livro de instruções para aprenderem a ser "boas" pessoas.

quarta-feira, 24 de março de 2010

Soluços sem Solução

Se há algo que abomino (para além da sociedade) são os soluços!
Espirros, peidos e arrotos, são aqueles alívios fisionómicos que até nos sabem e nos fazem sentir bem. Mas os soluços...os soluços(!!!) pelo amor da Mãe Natureza!!!!
Não consegues conjugar uma frase completa; não consegues fumar um cigarro como deve ser, e quando dás por ti, ou estás embriagado ou bebeste café numa chávena escaldada depois de um almoço ou jantar acompanhado por uma bebida fresca com gás onde comeste até mais não!
Que porra de espasmo é este a quem atribuiram o nome de soluço?
Ainda por cima soa mal! Soluço!?!?!? Que raio é um soluço? Uma pequena solução?
Qual é a solução para os soluços? Um Susto?! Umas Cócegas?! Também soam mal....!

quarta-feira, 17 de março de 2010

Ideias Brilhantes

tenho tido umas ideias muito fixes para postar aqui no blog mas sempre que cá venho, nunca me lembro de nenhuma.

terça-feira, 2 de março de 2010

Três foi a conta que Deus fez (???)

Mas que raio de expressão é esta? Mas Deus precisa de fazer contas? Não sabe automaticamente o resultado? Omnipotente, omnipresente e de sapiência infinita precisa de contar?
Estou mesmo a ver Deus com uma calculadora "1..2..não! 1..2..não! 1..2.. ó meu Eu!! Eu me livre se não consigo acertar"
Enxurradas na Madeira? Terramotos no Chile e no Haiti? Pois tá claro. Nem 2+2 Ele sabe!

Ler as "gordas"



Outra expressão que me intriga é "ler as gordas"!
Pois pois.. como quem diz: "empresta aí o jornal para eu poder dar uma vista de olhos no anuncio daquela que tem bumbum guloso, peludona, 1ª vez (yeah right), 30 rosas!

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

A Sombra


Ficarias incrédulo se não visses o que desapareceu.
Deixavas para trás o que por detrás de ti ficou.
Foi no exacto momento de um x-acto dormente em que a voz se calou.
E as sombras são
a assombração que se esconde onde as sombras estão...

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Linda Martini - Amor Combate



Eu quero estar lá
Quando tu tiveres de olhar para trás.
Sempre quero ouvir
Aquilo que guardaste para dizer no fim.

Eu não te posso dar
Aquilo que nunca tive de ti,
Mas não te vou negar a visita às ruínas que deixaste
em mim.

Se o nosso amor é um combate,
Então que ganhe a melhor parte.

Se o nosso amor é um combate, o nosso amor é um combae, o nosso amor é um combate...

O chão que pisas sou eu.
O nosso amor morreu quem o matou fui eu.
O chão que pisas sou eu.

sábado, 6 de fevereiro de 2010

O Cigarro

Mais um cigarro...
E um cigarro a mais é um dia a menos e um dia a mais é um cigarro a menos e menos um dia e mais uma noite e mais uma beata que fica e o fumo que se desvanece no ar.

O Tédio III

"Perdoamos com facilidade àqueles que nos aborrecem, mas não conseguimos perdoar àqueles a quem aborrecemos"

"Quase todos os homens vivem inconscientemente no tédio. O tédio é o fundo da vida, foi o tédio que inventou os jogos, as distracções, os romances e o amor."

"Se os macacos chegassem a experimentar tédio, poderiam tornar-se gente."

"O segredo para não ter tédio, é ter ideias."

Nada

Cuspo as palavras que não consigo dizer.
Ejeculo o prazer que não consigo sentir.
Creio na dúvida do deus que não tenho.
Transpiro o calor que não posso suar.
Quem sou?
O que sou?
O que tenho que mais falta me faz?
O que me falta para ser incompleto?
Sou tudo aquilo que nunca fiz por mim.
Sou o princípio sem fim.
Sou a espera e a demora.
Sou o antes e o agora.
Sou o Vazio.
Sou a água que secou de um rio.
Sou a nascente da rua.
Sou a vertigem da Lua.

O Sonho II

Acorda depressa que o sonho está a acabar.
Levanta-te! Desperta! Lava a cara que te suja o amanhecer!
O sonho terminou.
Nada há a fazer.
Não és tu que pensas. És tu que sentes.
Sou só eu que vomito as minhas ideias dormentes.
Hoje e amanhã são pequenas realidades que sonho acordado na mentira das verdades.
Quero saber que já não sei o que fazer.
Quero desistir do futuro escondido num quarto escuro.
E a cinza protege-me.
E o fumo aquece-me.
E o vento aborrece-me.
E o barulho...o barulho...são só ruídos.
Ruídos barulhentos como gemidos.

O Tédio II

Ontem parece que foi ontem mas hoje estou preso no presente.
Prisão presente no ventre da prisão de ventre para sempre.
Cólicas e espasmos temporais.
Agonias e afrontamentos frontais.
Diagonais paralelas. Dias iguais divididos em sequelas.
O imaginário escreve as palavras que não se pensam.
Os textos lêem as frases que não se escrevem.
O abstracto é exacto.
O tédio é o remédio.

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

O acidente

Adivinha quem caiu de costas e bateu de frente com a alma no asfalto.
Adivinha quem foi que gritou mais alto.
Adivinha quem foi.
Foi um acidente.
Tinha lá gente mas não havia ninguém.
O acidente matou a vida de alguém.

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Auto-mutilação infantil


Olhem para isto!
Vejam-me bem este espectáculo!
Bonequinhos da Disney desenhados nos pensos rápidos da hansaplast...

Se eu (ainda) fosse uma criança, passava a vida a cortar-me e mutilar-me só para ter o prazer de usar um penso daqueles!

Pelo menos façam pensos rápidos giros, mas para adultos, tipo com gajas nuas, clubes de futebol, toques polifónicos, e com...sei lá...o Cristiano Ronaldo!

Assim já seriam dirigidos a pessoas com idade para se auto-mutilarem.
Mas não. Metem bonequinhos da Disney.
Para as crianças!!!
Eu, como adulto, prefiro andar com um corte ao léu, sujeito a infectar, do que meter um penso com um elefante amoroso ou um coelho divertido!
De qualquer das maneiras considero os desenhos/imagens nos pensos rápidos, um incentivo ao seu uso. E para os usar temos que nos cortar.
Olha vou fazer uma tatuagem! Não vou nada! Tenho lá em casa uns pensos da hansaplast que tu até ficas maluco!
Só preciso de um x-acto ou de um bisturi.

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Electricidade a metro


Quando falta gasolina num carro pegamos num garrafão, bomba de gasolina mais próxima, 5 euros de gasolina por favor!
Então e se o carro for movido a electricidade?
Pedimos para encher o garrafão com 5 euros de kilowatts?

Nosocomefobia

Tenho medo de hospitais.
Tenho medo de perguntar ao doutor do que padeço.
Tenho medo que ele me responda qualquer coisa como: "você padece que é parvo".

nem vou dar título a este post

Não consigo perceber aqueles gajos que quando se referem á sua performance sexual, utilizam, com inchado orgulho, a expressão: "ela não se queixa!"
Não se queixa?
Então...fica ali? Muda?
Nem um "ai"...um "ooohhhh"?
Um "pára! pára! não!!! ahhhhhh siiiim"?

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

(D)"existir"


Que o Mundo acabe já, e amanhã renasça numa nova existência.
Que o que existe seja diferente do que nunca aconteceu.
Que os acontecimentos sejam esquecidos na ausência perplexa de olhares furtivos.
Ninguém é ninguém.
Todos somos nada.
E nada é para sempre.
Um vazio perpétuo preenche a lacuna da vida.
E viver é caminhar alegre para o precipício da Morte.

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

O Re-Regresso

É com um enorme pesar que anuncío o re-regresso à actividade no blog.
Sabem que isto da inspiração para conspirar, requer muita conspiração que nos inspire.
Por isso, volta e não volta lá fazemos umas férias de tempo indeterminado e não renumeradas, tais como a não renumeração que recebemos ao escrevermos. Se hoje em dia até os jogadores de futebol escrevem livros, e recebem os seus honorários, não percebo porque é que nós andamos aqui a distribuir estupidez filosofico-gratuita....de graça!
Nesta fase transitória de uma década para outra, ou simplesmente de um ano para outro, não me atrevo a fazer um balanço da década ou do ano anterior mas sim desta mesma fase transitória.
Sendo eu uma pessoa detentora de uma enorme preguiça de sentir e/ou demonstrar todo e qualquer tipo de sentimentos...sentimentais, encontro-me situado milimetricamente na boca do lobo.
Há uma barafunda de ideiais, principios e sentimentos que se têm feito sentir demasiado morosos de ingerir e ultrapassar.
Não quero estar para aqui com desabafos, mas vocês mulheres...raios ma partam mais ao raio que vos partam se algum dia vos vou conseguir decifrar. Irra!
Estar apaixonado é uma seca.
Ter que ir trabalhar é uma seca.
Ter que ir trabalhar e estar apaixonado por uma pessoa que também lá trabalha, disseca!

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Alegria Incontida



com ócio associo este som ao sucesso!